domingo, 23 de agosto de 2015

NOVOS ESTUDOS 07 - Umbanda Sagrada

Saudações a todos ! 

Com este post encerramos nossa série Novos Estudos, ao total dedicamos sete textos para falarmos um pouco de algumas "umbandas", relacionamos conceitos, opiniões e tentamos da maneira mais adequada à um blog passar um pouco deste universo tão multicultural que é a religião umbandista. 
Vale também ressaltar ou informar que as vertentes existentes, não resumem-se apenas nestas abordadas, na verdade, esses foram temas aleatórios escolhidos para elucidarmos algumas particularidades que existem entre um e outro movimento, de modo a facilitar os leitores a identificação por meio de mínimas comparações, acompanhando uma tendência contemporânea neste tipo de abordagem. 
Neste sentido, indicamos para aqueles que se interessam pelo assunto, o contínuo e responsável exercício de pesquisa, pois só através dele que conseguirão formatar um pensamento mais amplo do real quadro em que a Umbanda se enfaixa, sejam por eixos doutrinários, ritualísticos e filosóficos.
Esperamos que tenham curtido esta série, realizada dentro de uma perspectiva muito particular, entre o exercício de pesquisa e a formulação dos entendimentos através destes textos, esperamos também a participação de todos aqueles que quiserem se manifestar, a fim de propor novos paradigmas para nossos temas, realizando correções e até sugerindo novas edições.

UMBANDA SAGRADA

Surgida na segunda metade da década de 1990 e tendo como percursor o médium, escritor e Sacerdote Rubens Saraceni, a vertente foi fundamentada pelo trabalho de psicografia mediúnica de Rubens e dirigida por Pai Benedito de Aruanda(entidade espiritual que o assistia). Outra característica é a prática da Magia Divina, que se desdobram em vários graus diferentes de formação e prática da magia orientada, foi também psicografada em vários volumes pelo médium. Em março deste ano, o líder umbandista faleceu, mais seu legado e seguidores permanecem vivos e ativos, contribuindo ao universo da religião.
O legado literário é  vasto, incluem livros psicografados ou não, estima-se mais 80 volumes entre os publicados e os não publicados, separamos alguns entre os romances e doutrinários que facilmente podem ser encontrados em livrarias e lojas virtuais:

*Código de Umbanda
*Doutrina e Teologia de Umbanda Sagrada
*Formulário de consagrações umbandistas: Livro de Fundamentos
*Lendas da Criação: A saga dos Orixás
*O Código da Escrita Mágica Simbólica
*Rituais Umbandistas: Oferendas, firmezas e assentamentos
*Orixá Exu-Mirim
*Orixá Exu: Fundamentação do mistério Exu na Umbanda
*Orixá Pombagira
*Orixás: Teogonia de Umbanda
*Os Arquétipos da Umbanda: as hierarquias espirituais dos Orixás

*O Guardião da Meia Noite
*Diálogo com o Executor
*O Guardião da Pedra de Fogo
*O Guardião das sete portas
*O Guardião dos caminhos: A história do senhor Guardião Tranca-ruas.
*O Guardião do Fogo Divino 

Resultante ao trabalho mediúnico de Rubens e orientado pelos seus "mentores", iniciou-se em uma metodologia própria culminando no que podemos chamar de "Movimento de Educação na Umbanda", através do seu curso de "Teologia de Umbanda Sagrada", muitos médiuns foram formados e desenvolvidos neste contexto, até então inédito dentro da religião, a consequência do trabalho foi a abertura de um novo ambiente, pois, terreiros e tendas foram fundados pelos nomes de Colégio ou Escolas além de rádios, jornais, blogs, cursos presenciais e virtuais foram criados a partir da metodologia didática, própria da Umbanda Sagrada, ainda somando este contexto temos a  produção literária de outros umbandistas dirigidos por Rubens que ampliam os conhecimentos adquiridos com a compreensão pelo prisma desta vertente.

Com Teologia própria, a Umbanda Sagrada, propõe explicações e entendimentos que vão desde a Cosmogenese até as questões litúrgicas e doutrinárias dentro da religião, de uma forma muito particular, nos sugere uma reinterpretação  dos conceitos espiritualistas, dos afro-brasileiros aliados ao ambiente magista próprio da religião mais que neste caso ganha uma nova roupagem, já que os adeptos iniciados nesta corrente passam por graus de aprendizagem conforme seu desenvolvimento até atingirem os níveis sacerdotais, que implicam na formação teológica, doutrinária, mediúnica e nas práticas de magia.
Certos pontos são difíceis de entendermos em primeiro momento, diferenciando-se de outras vertentes, que possuem simbologias sincréticas muito aproximadas da cultura popular, a exemplo disso, podemos verificar na definição sobre as 7 linhas de Umbanda, assunto tão explorado e debatido ao longo deste século de vida da religião por vários autores e movimentos distintos, neste momento é que entendemos surgir a caracterização da Umbanda Sagrada, pois sua definição parte do princípio que as sete linhas estão relacionadas as "qualidades ou vibrações divinas", denominadas "Tronos", e para cada faixa de energia temos relacionado um "casal" de Orixás (no sentido de vibrações de energias ou emanações de forças da natureza, sendo um Universal e outro Cósmico), esta estrutura compõe a base sustentadora de cada linha, ligadas diretamente a fatores negativos e positivos (novamente em sentido energético). Para facilitar o entendimento formulamos na sequência um esquema estruturado:
  1. TRONO DA FÉ - Relaciona-se à religiosidade dos seres. Tem como Orixá Universal - (Oxalá) e Orixá Cósmico (Oiá-Tempo).
  2. TRONO DO AMOR - Relaciona-se à concepção dos seres. Tem como Orixá Universal - (Oxum) e Orixá Cósmico (Oxumaré). 
  3. TRONO DO CONHECIMENTO - Relaciona-se ao raciocínio dos seres. Tem como Orixá Universal - (Oxossi) e Orixá Cósmico (Obá).
  4. TRONO DA JUSTIÇA - Relaciona-se à razão dos seres. Tem como Orixá Universal - (Xangô) e Orixá Cósmico (Egunitá).
  5. TRONO DA LEI - Relaciona-se ao equilíbrio dos seres. Tem como Orixá Universal - (Ogum) e Orixá Cósmico (Yansã). 
  6. TRONO DA EVOLUÇÃO - Relaciona-se à sabedoria dos seres. Tem como Orixá Universal - (Obaluaê) e Orixá Cósmico (Nanã).
  7. TRONO DA GERAÇÃO - Relaciona-se com a geração de vida dos seres. Tem como Orixá Universal - (Iemanjá) e Orixá Cósmico (Omolú).               
Esses e outros pontos, são alguns dos diferentes expostos pela psicografia de Rubens Saraceni. Interessantes são também são as explicações acerca do universo relacionado aos Exús e Pombagiras, podem ser encontrados nos volumes que citamos anteriormente. Aos leitores que não são praticantes da Umbanda Sagrada, recomendamos a leitura das obras que formam sua base de sustentação, assim poderão correlacionar conceitos e analisar de forma comparativa as diferenças interpretativas relacionadas ao universo tão plural de possibilidades, já que é claro a preocupação do autor em uniformizar as práticas e os conceitos por um olhar característico de umbandista, o que para nossa tarefa aqui no blog se tornaria impossível abordar todos os temas levantados por este movimento.  

Vale também lembrar que muitos dos cursos virtuais existentes e difundidos pelas redes sociais, são frutos deste movimento e logo todo o referencial dos mesmos estão pautados no legado literário de Rubens Saraceni, é neste ponto que abrimos um parênteses, entendemos sua importantíssima atuação nesta corrente, sobretudo, em sua particular forma de atuação na doutrinação por meio de métodos didáticos educativos, pois, sabemos de sua eficácia no sentido de elevarmos a Umbanda e o umbandista para uma prática mais racionalizada e consciente, porém, lembramos aos leitores para não confundirem a oferta existente por conhecimento em uma corrida exagerada pela "formação", esta a formação, devemos buscar para desenvolvermos nossa vida profissional e material, a busca por conhecimentos religiosos e espirituais aumentam nossa percepção para uma realidade que transcende o sentido humano e material da vida, nos auxiliando na prática religiosa.
Reiteramos que esse é nosso ponto de vista, que nada tem haver com uma crítica direcionada ao movimento ou a qualquer pessoa relacionada à ele, até porque, neste texto e em outros anteriores reconhecemos a importância da vertente para o contexto geral da religião. O estudo contínuo e responsável faz parte do processo de aprendizagem em qualquer área de nossa vida, incluindo a caminhada religiosa, pois, o movimento de produção cultural atesta sua evidência como legítimo e reforça suas bases para dividir o contexto social com outras manifestações de religiosidade.   

Umbanda Sagrada também é Umbanda ! Salve suas bandas ! 

Referências e Links:

*Doutrina e Teologia de Umbanda Sagrada.
*Orixás - Teogonia de Umbanda
*Os Arquétipos da Umbanda: as hierarquias espirituais dos Orixás.
*Manual Doutrinário, Ritualístico e Comportamental Umbandista.  

*Colégio de Umbanda 
*Rubens Saraceni
           

Nenhum comentário:

Postar um comentário