domingo, 16 de agosto de 2015

NOVOS ESTUDOS 06 - Umbanda Universalista


Saudações a todos !

Muito se credita ao movimento umbandista, a personalidade "universal", associada ao sentido de congregar todos aqueles que recorrem à Ela, independente de suas raízes culturais, religiosas, políticas, sociais ou de preferências nas questões da sexualidade. A Umbanda está aberta a todas as consciências em favor do auxílio ao próximo, condição essa, anunciada pelo Caboclo das Sete Encruzilhadas, entidade fundadora da religião..."todos serão ouvidos e nós aprenderemos com aqueles espíritos que souberem mais e ensinaremos os que souberem menos e a nenhum viraremos as costas e nem diremos não"...

É interessante salientarmos que este conceito não é exclusividade apenas de uma vertente umbandista, o Universalismo, está embutido de maneira natural em todas as pequenas partículas de "umbandas", que formam a religião "Umbanda". O Universalismo é a admissão que todas as religiões ou doutrinas estão ligadas, cada qual a sua maneira, a toda Verdade Cósmica e  as suas Inteligências Diretoras. Deste entendimento, o exercício em prol da tolerância e respeito por todas as formas de manifestação de vida, seja ela espiritual ou terrena é o exercício proposto pela corrente "universal" de pensamento.

Na Umbanda isso é  ratificado, pelas diferentes formas de ritos que encontramos, pelos diversos locais e condições onde eles acontecem e pela pluralidade cultural existente, por isso, temos a Umbanda Esotérica, Branca ou Cristã, Omolokô, Sagrada, de Almas, de Caboclos, enfim uma infinidade de combinações ritualísticas. Estas condições, constantemente podem ser verificadas pelos livros doutrinários, mediúnicos ou não, de alguns expoentes da Umbanda no Brasil.
Um exemplo de atuação e conscientização neste campo, que identificamos e do qual acompanhamos a distância, seja pelos canais de comunicação em redes sociais ou pela literatura publicada, é o Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade presidido pelo médium, Sacerdote e escritor Norberto Peixoto, conhecido como o "médium de Ramatís" por ter psicografado alguns volumes esclarecedores sobre Umbanda com o mentor. No texto de apresentação do Blog GUTF  encontramos a seguinte mensagem...GRUPO DE UMBANDA TRIÂNGULO DA FRATERNIDADE, COMUNIDADE TERREIRO com JESUS, RAMATÍS, KARDEC e os ORIXÁS. Uma proposta de religiosidade vivenciada, de espiritualismo universalista crístico, eclético e convergente. No livro - ''A Missão da Umbanda" orientado por Ramatís, encontramos outro ponto convergente aos propósitos universais da Umbanda. Em determinado ponto, solicitando ao mentor esclarecimentos com bases comparativas das filosofias orientais quanto ao caráter universal dentro da religião brasileira, verificamos...
..."Ela é universalista em sua essência doutrinária, e todos os livros sagrados estão contidos em seus ensinamentos. É normal enxergardes um Pai João ou Caboclo Roxo no terreiro recitando Jesus, Buda, Krishna, Zoroastro ou Confúcio; todos são importantes, todos são bem-vindos. Baforadas xamânicas, magnetismo egípcio, medicina ayurvédica, ervas diversas, cromoterapia. 
Como é divina a magia da umbanda! Dispensa os dogmas paralisantes e alarga as capacidades anímico- mediúnicas; fortalece o amor e amplia o entendimento espiritual fazendo o ser, aos poucos, se voltar para o Todo, onde um dia esteve e para onde voltará como individualidade imortal, liberta das formas transitórias e de suas personalidades ilusórias"...
Outro autor umbandista que relaciona a personalidade universal da religião é Rubens Saraceni, publicou uma vasta lista de livros que fundamentam a vertente conhecida como Umbanda Sagrada, que será o assunto exclusivo de nossa próxima postagem. No livro -"Código de Umbanda", alguns apontamentos destacados, expressam sua visão universal através da Umbanda...
..."A doutrina de Umbanda, por ser universalista, não veta ou despreza nenhuma divindade cultuada em outras religiões. O conhecimento mais profundo das hierarquias divinas revela que uma divindade ou um espírito Ascenso, ou que se divinizou, tem caráter universal e atende, dentro dos limites da Lei Maior, a todos os que o invocarem solicitando auxílio ou sua interseção junto a Deus"...
..."O fato é que hierarquias inteiras foram deslocadas de seus campos de atuação, dentro das religiões que as formam, e foram colocadas à disposição das divindades regentes do nascente Ritual de Umbanda Sagrada. Trouxeram para a Umbanda suas formações religiosas, suas apresentações humanas e suas formas particulares de cultuar o Divino Criador, mas já se adequando às linhas mestras traçadas pelos espíritos superiores que idealizaram a nascente Umbanda"...   
Em anterior ocasião, realizamos aqui no blog uma postagem que tratava o tema, o texto chama-se "Umbanda é Universalista?", que recomendamos aos leitores, pois, trata-se de uma reflexão muito bem elaborada que encontramos na rede e suas fontes estão devidamente creditadas, e cuida justamente de olharmos para religião admitindo esta condição para absorvermos o melhor de tudo que é possível.
Não "enquadramos" este tema dentro da proposta de estudo das Vertentes para confundirmos as pessoas, pelo contrário, chamamos a atenção para identificarmos essa característica na Umbanda como um todo, seja ela reconhecida e explorada como nos casos expostos, ou meramente praticada e absorvidas naturalmente, porém, despercebida por qualquer corrente de trabalho que esteja neste contexto. Salve a Umbanda ! Salve a liberdade !

Referências e Links:

* A Missão da Umbanda
* Código de Umbanda
  
Colegio de Umbanda 
Triangulo da Fraternidade 

A Umbanda é Universalista
A Umbanda e a minha Umbanda 
                         

Nenhum comentário:

Postar um comentário