terça-feira, 26 de maio de 2015

Um pouco sobre o livro... "OS NEPHILINS" - A Origem de Robson Pinheiro





Saudações a todos !

Escrever resenhas ou críticas literárias não são exercícios fáceis de se construir e/ou produzir, ao contrário, requer dos agentes envolvidos muito conhecimento técnico, responsabilidade, bom senso e percepção apurada sobre o público que os assistem, pois, muitos são os que recorrem aos portais especializados com a intenção de recolherem maiores informações sobre determinada obra ,assim inclusive, elegem suas aquisições e temas de pesquisas. Indicamos para este fim o excelente  Blog do Livro Espírita que consideramos ser a referência neste campo, outros tantos também colaboram muito para esta atividade, incluindo alguns blogs literários sem a determinante de ser exclusivamente espiritualistas. 

Neste post, que não consideramos exatamente uma resenha, pretendemos compartilhar com os leitores nosso envolvimento com a obra literária de Robson Pinheiro, especialmente os livros narrados por Ângelo Inácio e trazer aqui, nossos entendimentos acerca de nossa última leitura - "Os Nephilins". Sabemos quanto os livros de Robson Pinheiro são classificados de "fantasiosos" e "questionáveis" nos meios religiosos espiritualistas mais conservadores, inclusive em alguns seguimentos umbandistas, mais não entraremos neste mérito, estamos apenas reconhecendo uma pequena parte da realidade que paira o ambiente literário descrito por Robson Pinheiro através de sua mediunidade.

Ao contrário de algumas opiniões, os livros ditados pelo espírito Ângelo Inácio, sempre nos despertaram a curiosidade em alcançar vários horizontes diferentes, fazendo-nos refletir acerca de conceitos cristalizados e colaboram imensamente com nossa particular preferência por pesquisas, que desencadeiam em leituras complementares consequentemente em outros livros, a fim de averiguarmos determinadas informações obtidas através das leituras, enfim, suas obras foram as propulsoras de uma relação com a literatura espiritualista digamos, "mais séria". Outra questão que colabora para o entendimento dos leitores, está na forma textual simples empreendida por Ângelo Inácio que traz inéditos e ao mesmo tempo complexos assuntos, para uma maneira bem particular e simplista de explicação sendo neste caso um facilitador para os "espectadores". Nutrimos também uma grande "curiosidade" com a verdadeira identidade do autor já que, "Ângelo Inácio" é um codinome utilizado por ele, essa seria uma boa investigação se não estivéssemos tratando com o plano espiritual...    

Sobre o livro "Os Nephilins"...


Importante ressaltar que esta leitura pode ser realizada sem nenhuma obra de referência anterior, mas aconselhamos a quem interessar que leiam antes outros livros que são importantes no contexto desta narrativa, quando citamos "importantes" nos referimos aos pequenos detalhes, informações e outras passagens que ajudam na assimilação e na colocação sobretudo, dos personagens e agentes descritos envolvidos na trama. Entre os livros publicados de Robson Pinheiro ditados pelo Espírito Ângelo Inácio, destacamos os mais pertinentes e correlacionados: Crepúsculo dos Deuses, Legião, Senhores da Escuridão, A Marca da Besta, O Fim  da Escuridão, Os Guardiões e por fim Os Imortais.

"Os Nephilins" foi apresentado como o segundo volume da série, Crônicas da Terra, iniciada pelo livro O Fim da Escuridão. O autor já no prefácio nos remete a questionamentos profundos com poucas comprovações e muitas especulações teóricas, seja no campo científico ou religioso. De onde viemos? Para onde vamos ? Existe vida extra-terrestre ou extra-física ? É nesta "ferida" que o livro toca, seu autor logo no inicio contesta especulações futuras sobre seu caráter fantasioso e afirma..."Trata-se da mais genuína expressão da verdade"... Onde tais informações foram extraídas do que ele chama de ,"anais" da história sideral cósmica.

Como de costume, os livros de Ângelo Inácio não apresentam uma linearidade "histórica", ou seja, no primeiro volume desta série verificamos as movimentações extra-físicas dos guardiões e espíritos afins, liderados por Miguel (o "arcanjo" ou Príncipe dos Exércitos Celestes) nos processos limpeza e reurbanizações extra-físicas dos locais chamados de "submundos astrais" que estão localizados na parte interior da crosta terrestre, tendo em vista o momento planetário de intensas mudanças que atravessamos. Esses submundos foram por muitos milênios a "casa" se assim podemos chamar, da uma organização de seres e inteligências (Daimons ou Dragões, Cientistas Especialistas, Espectros, Vampiros e uma infinidade de almas que compartilham do mesmo ideal seja por processos intensivos de manipulação ou por simples simpatia com a política desses seres..), que praticam atos contra a consciência universal e sobretudo contra as políticas do Cristo. Melhores informações sobre esses submundos, seus agentes e sua política poderão ser melhores compreendidas na trilogia dos "Senhores da Escuridão" volumes 1,2 e 3 citadas anteriormente. 

O livro da "Origem", nos remete a tempos imemoriais jamais contados desta forma por outras literaturas ou correntes filosóficas, engloba viagens siderais como por exemplo, o caso dos expatriados "Daimons" de estrelas distantes que desenvolveram também na terra sua política de terror e dominação. Precedidos por outros povos e castas da raça dos "Annunakis" que já habitavam este orbe conhecido como "Tiamat", a milhões de anos o planeta Terra abrigava uma enormidade de degregados, almas transferidas e aprisionadas pelas atrocidades cometidas em outras galáxias em que viveram. Dos processos de intercâmbios "étnicos" siderais, ocorridos aqui no planeta e pela tecnologia genética empreendida pelos "Annunakis" nos primatas terráqueos, surgiu progressivamente pela ação dos milênios e frutos de experiências, a raça "Homo Sapiens", ou seja, temos nós HOMENS segundo o livro temos uma herança genética e espiritual ligadas à seres que hoje soam completamente como estranhos ! Seres conectados com conhecimentos extra-sensoriais possuidores de tecnologia avançadíssima para nossos parâmetros mais evoluídos....

Todo esse papo realmente parece invenção de produtores Hollywoodianos, em projeto de uma novo filme de ficção científica, porém, acreditamos que falta de "linearidade histórica" dos livros de "Ângelo Inácio"  estão também nos preparando para uma nova era de conhecimentos ocultos e inexplorados até então pelas grandes massas. Percebemos um grande quebra-cabeças nas informações presentes em todos seus livros, peças que se interligam e se explicam a cada novo título um pouco daquilo que conseguimos absorver...

Nossa recomendação é,  leiam "Os Nephilins" desprendidos de qualquer pré-conceito estabelecido que por ventura possuam, não tratem este livro como uma "Bíblia" Sagrada e/ou intocada, mas como uma excelente opção literária do universo espiritualista atual e caso sintam ao menos alguma curiosidade com os assuntos abordados, procurem referências diversas e confrontem opiniões e pontos de vistas, enfim pesquisem !    

                         

      

       

     

4 comentários:

  1. conservadores, inclusive em alguns seguimentos umbandistas, mais não entraremos neste mérito, - este mais aí doeu...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Claudinho Fisherman !

      Agradecemos a participação em nosso espaço, esperamos que o texto tenha lhe acrescentado algo e despertado o interesse em conhecer as obras de Robson Pinheiro caso já não o tenha...
      Sobre os conservadores, entendemos que existem em todos os setores da sociedade, inclusive no campo religioso, entretanto compreendemos e praticamos o livre pensar que respeita todos os pontos de vistas, ou seja, expressamos nossas opiniões e procuramos respeitar quem percebe os mesmos pontos por uma ótica diferenciada.
      Quanto o "mais" que doeu, foi por talvez estar ortograficamente incorreto? Ou teria outro sentido não identificado por nós ?

      Saudações !

      Excluir
  2. Caros leitores: Veja o Livro psicografado por Francisco Cândido Xavier em 1938 pelo espírito André Luiz A CAMINHO DA LUZ, estou postando metade do primeiro capitulo desta notável obra. Li o Livro de Robson Pinheiro os Os Nephilins, e analisei de forma criteriosa com a inúmeras obras psicografadas por Chico e as narrativas da ficção científica de JJ. Benitz como também o livro Origens de autoria do cosmólogo Neil deGgasse. As evidencias são reais..........

    A Gênese planetária
    A COMUNIDADE DOS ESPÍRITOS PUROS
    Rezam as tradições do mundo espiritual que na direção de todos os
    fenômenos do nosso sistema existe uma Comunidade de Espíritos Puros e Eleitos pelo Senhor Supremo do Universo, em cujas mãos se conservam as rédeas diretoras da vida de todas as coletividades planetárias.
    Essa Comunidade de de seres angélicos e perfeitos, da qual é Jesus um dos membros divinos, ao que nos foi dado saber, apenas já se reuniu, nas proximidades da Terra, para a solução de problemas decisivos da organização e da direção do nosso planeta, por
    duas vezes no curso dos milênios conhecidos. A primeira, verificou
    -se quando o orbe terrestre se desprendia da nebulosa solar, a
    fim de que se lançassem, no Tempo e no Espaço, as balizas do nosso sistema
    cosmogônico e os pródromos da vida na matéria em ignição, do planeta, e a segunda, quando se decidia a vinda do Senhor à face da Terra, trazendo à família humana a lição imortal do seu Evangelho de amor e redenção.

    A CIÊNCIA DE TODOS OS TEMPOS
    Não é nosso propósito trazer à consideração dos estudiosos uma nova teoria da formação do mundo. A Ciência de todos os séculos está cheia de apóstolos e missionários.
    Todos eles foram inspirados ao seu tempo, refletindo a claridade das Alturas, que as experiências do Infinito lhes imprimira na memória espiritual, e exteriorizando os defeitos e concepções da época em que viveram, na feição humana de sua personalidade.
    Na sua condição de operários do progresso universal, foram portadores de revelações gradativas, no domínio dos conhecimentos superiores da Humanidade.
    Inspirados de Deus nos penosos esforços da verdadeira civilização, as suas ideias e trabalhos merecem o respeito de todas as gerações da Terra, ainda que as novas expressões evolutivas do plano cultural das sociedades mundanas tenham sido obrigadas a prescrever
    as suas teorias e antigas fórmulas.
    Lembrando-nos,porém, mais detidamente, de quantos souberam receber a
    intuição da realidade nas perquirições do Infinito, busquemos recordar o globo terráqueo nos seus primeiros dias.

    ps a linguagem é outra do espírito comunicante.


    ResponderExcluir