domingo, 1 de março de 2015

DE ONDE VEIO A PALAVRA "UMBANDA" ?


Saudações á todos !

Ainda sob grande influência da postagem anterior, onde nos dedicamos á discorrer sobre a matéria "Quaresma" e suas diferentes relações com os variados movimentos umbandistas existentes, esperamos ter aflorado em nossos leitores a questão reflexiva que o tema propunha. Ainda neste viés de contrapontos e versões, tentaremos estabelecer um pensamento que também não é unificado no meio umbandista, trataremos da origem da palavra "Umbanda", de onde ela veio ? Quem foram os primeiros a explicarem o seu significado ? Eles estão corretos ? Quais suas opiniões, amigos leitores ?

Nos debruçarmos na história da religião é novamente matéria fundamental para este estudo, sobretudo na literatura especializada, fazemos um parenteses neste item, pois, a literatura especializada hoje é grande e de fácil acesso, mas conseguir exemplares das primeiras publicações que tratavam do tema é uma tarefa quase impossível mesmo nos melhores sebos existentes, então nossas pesquisas são de livros mais atuais que trazem as explicações de seus autores além de sites/blogs especializados, no fim deste texto listaremos todas as consultas.

Nossa primeira referência acerca do tema, assim como tantos outros, consideramos os estudos e publicações de Cavalcanti Bandeira, no livro "O que é a Umbanda", encontramos em sua explicação os significados dos termos Umbanda e Quimbanda, que segundo ele haviam interpretações equivocadas a respeito... 

UMBANDA e QUIMBANDA  (por Bandeira)... 
"... Não deve essa expressão, em Quimbundo, ser confundida com feiticeiro, pois designam funções diferentes, enquanto o curandeiro é o Kimbanda, o feiticeiro é o Muloji, e vale como uma precisosidade a palavra do Cônego Antonio Miranda de Magalhães, que viveu muitos anos em Angola e publicou o livro “Alma Negra”, editado em Lisboa, no qual afirma que o mezinheiro, preparador de ervas, não deve ser confundido com o feiticeiro..."    
"...UMBANDA – TERMO DA LINGUA QUIMBUNDO, COMUM A VÁRIAS TRIBOS E DIALETOS ESPECIALMENTE ENTRE OS Umbundos, e segundo o etnólogo PE. Carlos Estermann (Etnografia do Sudoeste de Angola) “é bastante usado entre os Nhaneka-Umbi e igualmente conhecido pelos Cunhamas embora nestes com menos freqüência em seus cultos; entretanto não se restringe a Angola, pois, é encontrado na Guiné nos cânticos de invocação espiritual. Abrange alguns significados semelhantes; arte de curar, magia, (Pe. Domingos V. Balão- O Kimbundo sem mestre) e J. Cordeiro da Mata – dicionário Kimbundo- Português).…bruxaria, magia, arte ou magia de encantar (A. de Assis Junior- Dicionário Kimbundo Português)…ciência médica ou ciências médicas; originando-se de KIMBANDA médico (Pe Antônio da Silva Maia – Lições de Gramática de Quimbundo)…arte de curar originando-se do verbo KUBANDA, subir de onde deriva o vocábulo KIMBANDA, curandeiro, do qual resulta o substantivo UMBANDA (José L. Quintão- gramática KIMBUNDO)..."
Vejamos que, primeiramente ele define os conceitos das palavras e nos mostra que essas expressões já eram utilizadas antes do advento do Caboclo das Sete Encruzilhadas, reafirmando a teoria de suas origens para o continente Africano. Deste modo entendemos que aqui no Brasil, com o surgimento da nova religião o emprego desta palavra reafirma seus significados e contempla a cultura dos ancestrais africanos como um dos pilares na sua constituição. Abaixo, verificamos outra consideração de Bandeira que ratifica esta origem e define muio bem os entrecruzamentos culturais da Umbanda...
"...Podemos, assim, no Brasil, tentar uma definição : a Umbanda é um novo culto Brasileiro do século XX, provido do sincretismo religioso de práticas e fundamentos católico-banto-sudaneses, apresentando algumas fusões ameríndias e orientais, com observância do evangelho segundo o espiritismo, constituído dos planos espirituais evolutivos pela reencarnação..."

No Primeiro Congresso de Umbanda em 1941, o tema também foi abordado por Diamantino Fernandes Coelho da "Tenda Espírita Mirim", este dedicou sua tese aos fundamentos históricos e filosóficos da religião, trazendo para o termo "Umbanda" uma ancestralidade Oriental...
"...Umbanda não é um conjunto de fetiches, seitas ou crenças, originárias de povos incultos, ou aparentemente ignorantes; Umbanda é, demonstradamente, uma das maiores correntes do pensamento humano existentes na terra há mais de cem séculos, cuja raiz se perde na profundidade insondável das mais antigas filosofias.
AUM-BANDHÃ (OM-BANDA')
AUM (OM)
OMBANDA' (UMBANDA)
O vocábulo UMBANDA é oriundo do sânscrito, a mais antiga e polida de todas as línguas da terra, a raiz mestra, por assim dizer, das demais línguas existentes no mundo. Sua etimologia provém de AUM-BANDHÃ, (om-bandá) em sânscrito, ou seja, o limite no ilimitado..."
Segue também o link do site que consultamos o PDF sobre este congresso(http://www.espiritualidades.com.br/Artigos/C_autores/Congresso_de_Umbanda.pdf).



Ainda passeando pelos escritos do Congresso, percebemos a tese do Sr. Dr. Baptista de Oliveira, na reunião de 22 de Outubro de 1941, sua atribuição a origem da Umbanda não é exatamente etimológica, consiste na origem filosófica e teogônica onde seus atributos, segundo ele, são oriundas do antigo Egito...
“...Umbanda tem os seus afeiçoados e adeptos, todos são acordes quanto ás suas origens africanas. A natureza das suas práticas, revestidas todas elas de tão grosseiros aspectos, assim como a rudeza do vocabulário com que se processam os atos da sua estranha liturgia, tudo isto lhes justifica a paternidade: Umbanda veio do Continente Negro. Também sou desta opinião, muito embora discorde num detalhe. Umbanda veio da África, não há dúvida, mas da África Oriental, ou seja do Egito, da terra milenária dos Faraós, do Vale dos Reis e das Cidades sepultadas na areia do deserto ou na lama do Nilo..”.,
Ao fim dos estudos e debates do Congresso de 1941, a conclusão sobre Ancestralidade da Umbanda, foi atribuída nas  origem nas antigas filosofias da Índia, conforme as transcrições abaixo...  
 “...PRIMEIRA — O Espiritismo de Umbanda é uma das maiores correntes do pensamento humano existentes na terra há mais de cem séculos, cuja raiz provem das antigas religiões e filosofias da índia, fonte e inspiração de todas as demais doutrinas religioso-filosóficas do Ocidente...” 
 “...SEGUNDA — Umbanda é palavra sânscrita, cuja significação em nosso idioma pode ser dada por qualquer dos seguintes conceitos: “Princípio Divino”; “Luz Irradiante”; “Fonte Permanente de Vida”; Evolução Constante...”
Atualmente o livro "História da Umbanda"(Uma religião brasileira), do sacerdote Alexandre Cumino é o que temos de mais abrangente nesta matéria(pelo menos é o que nós aqui Blog pudermos apurar em nossos restritos volumes), ele concedeu ao segundo capítulo do livro atenção especial ao tema, reunindo variadas citações sobre a etimologia da palavra Umbanda e as diferentes teses para o surgimento primitivo da religião, trazidos pelos estudiosos percursores da religião .

Lembramos que os estudos citados, tiveram a função de investigação para embasamento de teorias que explicassem como a Umbanda anunciada e fundada  pelo Caboclo das Sete Encruzilhadas, estivesse dentro de um contexto sócio-histórico que permitisse avaliação e pesquisa científica em sua formação. Desta maneira, para os agentes envolvidos em pesquisas pudessem de alguma maneira "provar" cientificamente sua "pré-existência" no passado recente ou antigo atribuindo a religião um caráter racional e aceitável. 

Reafirmamos nossa posição quanto ao estudo contínuo e responsável da Umbanda, mas para nós sua raiz é Brasileira, a origem do vocábulo apesar de incerta nos proporciona boas pesquisas e debates, sua definição e aplicação prática foi muito bem sintetizada pelo Caboclo das Sete Encruzilhadas...
"Umbanda é a manifestação do espírito para a caridade"    

Livros consultados: 

- História da Umbanda (uma religião Brasileira, Alexandre Cumino).

- História da Umbanda no Brasil (Diamantino Trindade).
- Dicionário de conceitos históricos.
- O que é Umbanda (Bandeira).

Sites consultados:
    
www.seteporteiras.org.br
www.povodearuanda.wordpress.com
umbandaempaz.blogspot.com.br
www.triangulodafraternidade.com

Um comentário:

  1. essa a grande verdade sobre a unbanda que muintos criticão mais e a realidade que e uma das religioes mais antigas do nosso planetao umbandista não cobra nada pelas suas consultas e curas espirituais quando que a maioria das religiões so pençao em dinheiro e se se esquecem que jesus nunca cobrou nada pelas suas curas nem exigio que o seguissem so o seguião a queles que tinhão fé eacreditaão em deus essa e minha opinião

    ResponderExcluir